Comunicar como um ritual

Atualizado: há 6 dias



Crie o hábito de comunicar sua marca, faça disso um ritual.


Essa é a melhor dica que eu posso dar para você que quer criar conteúdo para a sua marca.


E falo isso por algumas razões. A primeira delas é que estudo bastante sobre hábitos. E um dos aprendizados que mais me marcaram foi sobre o ato de persistir até encontrar aquilo que te emociona, que te motiva e te faz agir dentro daquele determinado objetivo que você quer alcançar.


Compreender esse ponto chave é essencial para fazer um objetivo ou meta se tornar um hábito.


Quando pensamos em criar bons hábitos para a comunicação da sua marca, podemos esbarrar em pontos muito positivos para a criação de conteúdo e a exposição da sua marca de forma orgânica e recorrente.


Primeiro eu, depois eles.


Ao passo que você cria o hábito de criar e compartilhar conteúdo, aqueles que te seguem passam por um processo de aprendizado onde também criam o hábito de te acompanhar. E com o passar do tempo, esse público aprende a reconhecer seu conteúdo no feed, se identifica com o que você posta, engaja e, por fim, chega a torcer, celebrar e vibrar junto contigo cada conquista da sua marca.


Acho que esse é o ponto alto que todos queremos chegar no quesito engajamento, né?


Porém, esse tipo de público fiel não chega em um passe de mágica - queria que que fosse tão simples quanto fazer um coelho sair da cartola (isso deve ser fácil, né?).


Para chegar nesse ponto, é preciso passar por um processo... É preciso ajudá-los a construir esse hábito.


Primeiro, construir o seu próprio hábito em criar e compartilhar conteúdo, depois o de alimentar sua audiência e pensar em formas de engajar e manter o interesse para aqueles que criaram o hábito de te acompanhar.


Se já criou esse hábito, seu desafio é outro


Agora, se você acha que a sua marca já está posicionada como um hábito (ou seja, o público tem o costume de acompanhar suas movimentações), encontre maneiras de se comunicar em torno das emoções que a sua experiência evoca. Tente criar uma rotina nessa experiência que a associe a algum significado, celebração, lembrança ou o mínimo senso de normalidade.


Se você já criou o hábito, está na hora de tornar isso um ritual.


E lembre-se: rituais são feitos de emoções.


Então ofereça um contexto que faça os usuários se sentirem parte de uma tradição maior, através de storytelling e conteúdo.


Forneça significado, identidade ou destaque à passagem do tempo como algo especial.


Os stories são ótimos para criar essa sensação de estar perto, estar junto, acompanhar.

O feed tem um timing diferente, mas conta ótimas histórias por ser um post datado, como entradas em um diário.

Os textos no blog mostram sua bagagem de expertise, seu conhecimento que você empenha em compartilhar e mostrar.

Já o seu site te representa no online, é o jeito que você se apresenta diariamente para o mundo.


Comunique sua história


Toda marca conta uma história. Pense nas histórias que o seu consumidor precisa conhecer sobre sua marca, e comece a sua narrativa por aí.


O objetivo não é ir do 0 ao 100 em uma semana, não é contar toda a sua história em um único post ou conseguir mais engajamento do que conseguiu em todo o último ano. O objetivo é ver a comunicação da sua marca como parte dela, como parte do seu trabalho. É pensar em estratégias que mostram que essa tal criação de conteúdo pode ter um lugar especialmente emocionante dentro de você. E esse vínculo emotivo que você cria com a sua própria marca potencializa a sua criação e consequentemente a sua exposição pra esse mundão.


Está na hora de criar o hábito de criar conteúdo, ritualizar a sua marca e tentar um storytelling que faça sentido para a empresária que está do outro lado da tela.


Torne a sua marca a protagonista da sua própria história.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo