O Instagram é uma escola: por que queremos um SUPER resultado no primeiro post?



É ali que a gente aprende, se diverte e, convenhamos, passamos boa parte do nosso tempo!


Não temos como questionar que hoje a Internet como um todo faz parte do nosso processo de formação, em qualquer área que seja.


Se vamos procurar um novo curso, abrimos o navegador. Se vamos procurar mais sobre um determinado tópico do curso, abrimos o navegador. Se vamos procurar mais sobre aquele tópico por um autor específico, abrimos o navegador.


Nosso comportamento já está condicionado para isso. E, quando usamos as Redes Sociais, potencializamos esse comportamento em outros cenários.


Se vamos buscar um novo fornecedor, abrimos o Instagram. Se vamos buscar referências, abrimos o Instagram. Se vamos entender como criar conteúdo na internet, abrimos o Instagram.


Hoje nós vemos o Instagram como parte desse processo de busca e formação que a internet nos ensinou. E, como consumimos muito conteúdo pelas Redes Sociais, tendemos a querer fazer o mesmo: criar conteúdo para as Redes Sociais.


Do caderno encapado ao bar de toda quarta


Sabe quando a gente ainda é criança e vemos as outras crianças mais velhas colocando uniforme e saindo para se aventurar naquele prédio gigante cheio de outras crianças? Tente se imaginar assim pititica, o que você pensaria? Acredito que eu responderia mais ou menos assim: "É claro que eu quero ir junto! Não vejo a hora de ser a minha vez de colocar uniforme, ter meu próprio material escolar e poder estudar o dia todo!"


Eu gostava de estudar, adorava livros e queria ser boa nessa tal de escola. Só que no segundo dia eu vi que isso não era tão fácil assim... Para isso eu tinha que saber a matéria, responder a professora, falar alto no meio de todo mundo, ir até a lousa?! Eita... Minha vergonha não permitia isso tão fácil. Não era só eu entrar na escola e gostar de estudar? Poxa.


Depois que entrei na escola, percebi que talvez essa coisa de "ser a melhor da escola" era algo bem mais difícil do que eu esperava.


Eu posso mudar o cenário, a situação se mantém.


Apesar do que prometeram, não entramos na faculdade e no terceiro mês de curso conseguimos um emprego como profissional. Simplesmente não funciona assim.


"Do zero ao arrasta pra cima"


Você concorda comigo que crescer, aprender, estudar e criar envolve um processo?


Então, por que no Instagram queremos um SUPER resultado no primeiro post?


É importante entendermos que nossa comunicação se desenvolve junto com a gente e a chave é conseguir fazer desse processo o mais rico possível.


Depois de algum tempo comunicando nas Redes Sociais, poderemos perceber o que faz mais sentido pra gente e mapear as escolhas que temos. Diante disso, tomar decisões...


É importante entendermos que nossa comunicação se desenvolve junto com a gente e a chave é conseguir fazer desse processo o mais rico possível.


Depois de algum tempo comunicando nas Redes Sociais, podemos perceber o que faz mais sentido pra gente e mapear as escolhas que temos. Diante disso, tomar decisões...


Olha só você, no último ano de faculdade. Ao contrário da jovem bixete de anos atrás, já viu qual matéria gosta mais, qual área você odeia, qual tem mais afinidade e gostaria de trabalhar.


Temos o caminho da indústria, que você nunca gostou, mas dá mais dinheiro. Tem aquele concurso que é super seguro, mas te deixa bem longe de casa. Ou tem a vaga que ganha menos, mas tem potencial de crescimento e está na sua cidade.


Diante de tudo o que você vivenciou, você pondera e faz escolhas.


Você decide qual o seu melhor nessa escola


Na internet é igual.


Tem como postar todo dia dicas práticas e rápidas que falam o que seu público quer ouvir. Tem como criar conteúdo em várias plataformas - o que vai exigir bastante do seu tempo, mas você sabe que é um investimento na sua imagem a longo prazo. E tem como criar conteúdo devagar e consistentemente, respeitando suas fases, momentos e rotina.


Você faz escolhas durante todo o seu processo.


Arrisca, faz estágio, faz sorteio, vai pra festa, faz live, faz prova e tudo. Mas no final, sempre tem novas escolhas.


O ponto é que, depois de tantas experiências, suas escolhas tornam-se cada vez mais conscientes e o seu conteúdo ganha um novo olhar: o profissional.


Você deixa de criar apenas por tentativa e erro e passa a criar conteúdo com estratégia, comunicando aquilo que faz sentido e cabe na sua rotina. Se perder de vista todas as outras áreas da sua vida, que compõe também o seu profissional.


Muito além da escola


Por fim, quando termina o dia e volto da escola pra casa, sei que ainda tenho que arrumar meu quarto, ligar pra Jéssica e ver como foi o dia dela com a Bianca, escrever a carta pra Juliana e finalizar a tarefa de matemática pro dia seguinte. Isso fora o jantar com os pais, o filme que está passando na TV, o meu cachorro que preciso levar pra passear... Tem tanta coisa além da escola!


As Redes Sociais são uma escola. Ali a gente se desenvolve, escolhe e define estratégias para nossa marca. Ali a gente cria conteúdo.


Mas, quando a gente sai das Redes Sociais, ainda tem um monte de coisa importante do profissional para resolver, além das coisas pessoais.


Então, se pudéssemos olhar as Redes Sociais como uma escola, talvez no fundo aprendêssemos muito mais sobre a criação de conteúdo com qualidade, consciência e leveza.


Tá na hora de viver os melhores anos da sua vida nessa escola, meu bem. Faça valer a pena! 😊


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo